h1

São Paulo calma e serena…

January 25, 2011

Em 2003, a cantora Inezita Barroso comemorou 50 anos de carreira e esteve no UOL para uma longa entrevista em que falou da carreira e do disco que acabava de lançar pela gravadora Trama, “Hoje Lembrando”. Nascida no bairro da Barra Funda e uma das cantoras mais paulistanas que existe, Inezita relembrou sucessos e cantou “Lampião de Gás” (Zica Bergami), além de faixas do disco. O vídeo é esse aí em cima. Nestes 457 anos de São Paulo, ele serve de homenagem à cidade que a música chama de “calma e serena”…

*****

Leia abaixo a íntegra da reportagem publicada no UOL em 03/07/2003.

Inezita Barroso comemora 50 anos de carreira com “Hoje Lembrando”

da Redação

A cantora Inezita Barroso, 78, está comemorando meio século de carreira. Para marcar a data, ela acaba de lançar um novo disco, seu octagésimo, “Hoje Lembrando”, em que revisita algumas das pérolas de seu repertório.

Em entrevista a UOL Música, a cantora -que ficou famosa no início dos anos 50 com os sucessos “Moda da Pinga” e “Lampião de Gás”- falou sobre o novo CD, sobre suas pesquisas de folclore e gravou três clipes musicais exclusivos para a TV UOL.

“Alguns dos selos para que gravei, não existem mais, foram incorporados a outras gravadoras, e essas gravações saíram do mercado”, explicou a cantora. “Então, eu pensei, vou regravar essas músicas que todos me pedem e não acham -nem eu não acho”.

Para satisfazer sua legião de fãs, que lhe envia dezenas de cartas semanalmente, Inezita incluiu no CD algumas dessas “favoritas” do público, como “Tamba – Tajá” e “Maria Macambira”.

O título do disco remete a uma canção de Paulo Vanzolini, “Bem Iguais”, uma das duas únicas gravações inéditas de “Hoje Lembrando” (a outra é “Recompensa”, também de Vanzolini).

“Essa música diz umas três ou quatro vezes essa frase, ‘hoje lembrando’. Então o público pede por ‘Hoje Lembrando’, mas o Paulo não gosta, o título é ‘Bem Iguais'”, explica a cantora, brincando.

A cumplicidade se explica, o compositor e a cantora são amigos de longa data. Em 1953, no lado B do compacto que trazia “Moda da Pinga”, música que lançou a carreira da cantora nacionalmente, Inezita fez a primeira gravação de “Ronda”, primeiro sucesso de Vanzolini.

“O técnico do estúdio perguntou, ‘que música é essa?’, a gente disse, ‘é um samba paulista’. Ele ficou furioso e disse: ‘samba paulista? isso não existe!”, relembra Inezita.

Inezita lembrou ainda sua infância no bairro da Barra Funda, em São Paulo, onde era vizinha do poeta, músico e folclorista Mário de Andrade. “Eu e a minha prima patinávamos na calçada em frente à casa dele”, conta. “Exibidas!”, ri.

“Ele me inspirou muito. Eu cantei dele ‘Viola Quebrada’, uma de minhas primeiras gravações”, conta.

A cantora, que apresenta há 23 anos o programa “Viola, Minha Viola”, na TV Cultura, falou também sobre sua premiada participação na comédia “Mulher de Verdade”, de Alberto Cavalcante, em 1953: “Morri de rir com o prêmio. Eu fazia o papel de uma detenta que estava presa porque era bígama”.

[Clique aqui para assistir à entrevista na íntegra]

2 comments

  1. Você tem razão, o UOL a alguns anos removeu a entrevista da relação dos seus vídeos disponíveis.
    Numa pequena homenagem à grande dama da música caipira, resolvi colocar também a entrevista no Youtube:

    Aproveitem…
    Marcos RTI


    • obrigado, marcos!! vou acrescentar no corpo do post!



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: