h1

MaRfagafos

March 7, 2009

pradamarfa
Esta é a Prada-Marfa, “loja” da marca italiana localizada no meio do deserto do Texas, à beira da Rodovia 90. A instalação, obra de 2005 da dupla de artistas plásticos escandinavos Michael Elmgreen e Ingar Dragset (que participaram em 2002 da 25a Bienal de São Paulo), fica sempre de portas fechadas e não vende nenhuma mercadoria. Desde o lado de fora, visitantes podem observar uma coleção real de acessórios da marca dispostos na vitrine e interior da construção de cerca de 35m2 em adobe. Há alguns anos, criou-se a “tradição” de se deixar sapatos velhos e cartões de visita ao redor da instalação, mais ou menos como se jogam moedas na Fontana di Trevi.

Construída no local onde anteriormente ficava um posto de gasolina, a obra foi realizada com a consultoria dos arquitetos americanos Ronald Rael e Virginia San Fratello, e foi parcialment financiada pela Fundação Prada. A instituição, que existe desde 1995 com sede em Milão, é dedicada ao patrocínio de arte contemporânea, com especial interesse em escultura.

Marfa, fundada no século 19 e com pouco mais de 2.200 habitantes, vive principalmente dos turistas que vão conhecer seu campo de observação de “luzes estranhas” no céu, conhecidas como “Marfa lights“, e daqueles que vão por sua arquitetura histórica. A cidade já serviu de locação para filmes como “Assim Caminha a Humanidade” (“Giant”, 1956), “Onde os Fracos não Têm Vez” (“No Country for Old Men”, 2007) e “Sangue Negro” (“There Will Be Blood”, 2007).

Na cidade, fica ainda a Chinati Foundation, instituto de arte contemporânea fundado pelo artista americano Donald Judd (1928-1994), que concede bolsas de residência. Nosso amigo artista plástico Marcos Brias e o pintassilgo (nas horas vagas) André Capobianco foram até lá para conhecer a fundação e as famosas instalações de Dan Flavin que ela abriga. As fotos são deles.

Abaixo, a fachada da única boate da cidade, a “Ballroom”.

theballroom

P.S.: Marcos e André, eu sei que o circuito Prada-Ballroom-pista de Ovnis está divertidíssimo, mas será que dá pra mandar fotos da instalação do Flavin? Afinal, Sélavy também é colunismo social, mas com conteúdo. À demain, que eu vou em frente…

3 comments

  1. Titio,

    Publica logo as fotos do Flavin. Desculpe se não sairam assim tão boas. Em tempo, o Ballrom é boate das quentes e já recebeu seus amigos Stereo Totais. Ich bin so süchtig!


  2. […] a vida é assim « Liza Ramone Luzes de Marfa March 22, 2009 Como prometêramos, seguem fotos das instalações de Dan Flavin, na Chinati Foundation, em Marfa, no Texas, e outras […]


  3. então, e as fotos da instalação do Flavin, cadê?



Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: