h1

Mundo triste e malvado

August 23, 2008

“Era uma vez, a mãe de um filho. Ela o amava com completa devoção.

E ela o protegia, pois sabia como o mundo é triste e malvado.

Ele tinha uma naturaza tranqüila e era bem inteligente, mas não estava interessado em ser amado e protegido, pois ele estava interessado em outra coisa.

Conseqüentemente, ainda jovem, ele bateu a porta e nunca mais voltou.

Um dia, ela morreu, mas ele nunca ficou sabendo.”

(Louise Bourgeois)

O trabalho acima faz parte de uma série de nove gravuras (acompanhadas por pequenos textos) da artista francesa radicada nos Estados Unidos Louise Bourgeois, em exposição na mostra “The American Scene: Prints from Hopper to Pollock”, em cartaz no British Museum, até 7 de setembro.

A exibição traça um panorama da gravura produzida nos EUA entre 1900 e 1960, com 147 trabalhos de 74 artistas, entre eles John Sloan, Edward Hopper, Josef Albers, Franz Kline, Willem de Kooning e Jackson Pollock, além de Bourgeois. As obras fazem parte do acervo do museu, considerado um dos melhores do mundo em gravura americana desse período, marcado pela chegada do modernismo ao país, o jazz, a grande depressão, o crescimento do fascismo na Europa e a Segunda Guerra. A entrada é franca.

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: